Canoagem

• O que é a Canoagem?Canoagem

A canoagem é um desporto que tanto se disputa em águas tranquilas como bravas e há dois tipos de embarcação, a canoa e o caiaque.

As primeiras canoas surgiram na América do Norte e eram utilizadas pelos índios do Canadá, que chamavam pirogas às suas embarcações, abertas em cima e revestidas com pele de animais, as quais utilizavam para se deslocarem ao longo dos rios.

Os eventos Olímpicos incluem o K2 (caiaque pares) para 1000 e 500 metros, K1 (caiaque individual) para 1000 metros e 500 metros, K4 para 1000 metros, C1 (canadiano) 1000 metros e 500 metros, C2 1000 e 500 metros. Em femininos, há provas de K1, K2 e K4, todas de 500 metros.

 

• Modalidades da Canoagem

Estilo Livre – É uma das mais recentes variantes da canoagem. Foi oficialmente reconhecida pela Federação Internacional de Canoagem (ICF) em Outubro de 2004. O objectivo da competição de Estilo Livre é realizar num determinado tempo várias manobras com a embarcação numa onda, e obter uma pontuação com base na quantidade de movimentos e variedade de figuras conforme uma tabela pré-estabelecida. A pontuação é atribuída ao atleta conforme a variedade de manobras realizadas na onda.

Kayak Polo – É uma modalidade de Canoagem que se disputa numa área de jogo de 40 por 20 metros, delimitada em piscinas, rios ou lagos, e cujo objectivo consiste na marcação do maior número de golos na baliza adversária, que tem com um por 1,5 metros e está suspensa a dois metros da superfície da água. Os encontros têm duas partes de 10 minutos e são disputados por duas equipas de cinco elementos (três suplentes com substituições ilimitadas), podendo a bola ser jogada com a mão ou a pagaia. Em Portugal o campeonato é decidido pela soma dos resultados em cinco torneios autónomos.

KayakSurf – Pratica-se nos clássicos modelos de caiaque sit-in (fechados) que todos conhecemos mas, agora cada vez mais redesenhados para surfar – surfkayaks. Nos sit-in, o canoísta vai “fechado” pela cintura graças ao uso do designado “saiote” que o prende ao caiaque. Equipados ou não com finos (lemes), os surfkayaks são a melhor opção para quem quer surfar com elegância, rapidez e fluidez. O kayaksurf é hoje a modalidade âncora do actual Circuito Nacional de Kayaksurf e Waveski.

Longa Distância – Inclui as Maratonas e o Kayak-Mar. Espírito de sacrifício e persistência são características fundamentais a quem se quer impor nestas especialidades.

Maratona| A disciplina de Maratona disputa-se com as mesmas embarcações das regatas em linha, apenas diferindo no facto de serem mais leves. As competições realizam-se em distâncias entre os 36 e os 21 km. Durante a prova, os atletas são obrigados a realizar um ou mais trajectos em terra correndo com a embarcação na mão, percurso durante o qual aproveitam para se alimentar e hidratar.

Kayak Mar | A longa distância inclui agora o Kayak Mar, uma disciplina mais recente, mas que já possui um campeonato nacional devidamente estruturado: esta vertente da Canoagem decorre no mar e/ou estuários, em embarcações específicas, nas variantes monolugar e bilugar.

Fundo – Aqui estão incluídos o Campeonato Nacional de Fundo, bem com a Taça de Portugal de Tripulações de Fundo. Estas provas são disputadas habitualmente em rios e compreendem as distâncias de 5000 metros.

Regatas em Linha – É a disciplina mais conhecida e decorre habitualmente em canais, construídos artificialmente, com aproximadamente 2.000 metros de comprimento e 03 metros de profundidade, sendo todo o percurso marcado, permitindo a montagem de nove pistas. A pista disputa-se em embarcações muito elegantes e rápidas, mas muito instáveis, denominadas de: Kayak (K1, K2 e K4) e Canoa (C1 C2 e C4): nas canoas apenas competem os homens.

Slalom – É a disciplina mais difícil e espectacular em termos visuais. As competições realizam-se para os homens em embarcações kayak monolugar (k1) e canoas mono e bilugar (C1 e C2). As mulheres competem apenas em embarcações Kayak monolugar. Cada atleta realiza, em forma de contra-relógio, um percurso de 20 “portas” suspensas sobre o plano de água, que normalmente é artificial. O resultado final é obtido pelo somatório dos tempos duas manga mais as penalizações resultantes da transposição incorrecta das portas. É obrigatório o uso de coletes salva-vidas e capacete de protecção.

Kayak Indoor – O projecto, que tem o nome de IndoorKAYAK, tem como objectivo fazer chegar a Canoagem a todas as Escolas, independentemente da existência de um plano de água. A Federação Portuguesa de Canoagem, em colaboração com a DGIDC, irá promover ao longo do ano lectivo de 2009/10 um Circuito Nacional de Desporto Escolar de Kayak Indoor.
Será então levado a cabo um Circuito Nacional de Desporto Escolar que culminará na Final Nacional, onde estarão reunidos os alunos com melhores prestações nos vários escalões/sexo (iniciados e juvenis).
O Kayak indoor é praticado num simulador de kayak conhecido como kayak-ergómetro e já é praticado há mais de 10 anos. Desde então que a tecnologia utilizada tem vindo a ser aperfeiçoada, sendo possível ligar vários ergómetros para que várias pessoas possam competir entre si. É então possível programar uma competição entre vários alunos que competem lado a lado e em tempo real mas em ergómetros diferentes.

 

• Principais Atletas Nacionais

Emanuel Silva
Fernando Pimenta

 

• História da Canoagem

As canoas eram, basicamente, troncos esventrados e afiados à frente para cortar a água. Também os esquimós utilizavam embarcações fechadas, feitas com osso de baleia e pele de foca. As primeiras deram origem às canoas do tipo canadiano e as segundas aos caiaques, ambas utilizadas actualmente em competição.

A primeira canoa de competição surgiu durante a Guerra Civil Americana (1861-1865) pela mão do advogado escocês John McGregor. A canoa, do tipo caiaque, tinha o nome de Rob Roy e foi utilizada pelo escocês para expedições em rios e lagos. Quando, em 1865, John McGregor regressou à Grã-Bretanha fundou em Londres o Royal Canoe Club, que três anos depois já contava com 300 sócios. Os clubes e as competições começaram a multiplicar-se e, em poucos anos, a canoagem passou a ser um desporto muito popular. Refira-se que, na Europa, os revestimentos com pele de animais foram substituídos por outros em lona.
A popularidade da modalidade levou a que em 1924 fosse fundada a Federação Internacional de Canoagem (ICF) e, nesse mesmo ano, em Paris, surgiu pela primeira vez no programa dos Jogos Olímpicos, embora apenas para exibição.

A primeira grande figura mundial da canoagem desportiva foi o sueco Gert Fredriksson, que, entre 1948 e 1956, ganhou seis medalhas de ouro olímpicas nas vertentes individual e de equipa. Contudo, foram os países de Leste, nomeadamente a extinta União Soviética, quem dominou a disciplina desde a Segunda Guerra Mundial.

Contudo, só em 1979, a 10 de março, foi fundada a Federação Portuguesa de Canoagem, com a participação dos clubes CDUP, Ginásio Vilacondense, GICA, A. C. Mocidade e A. C. Fermentelos. Três anos depois, Portugal passa a ser membro da ICF no Congresso de Belgrado, na Jugoslávia.

 

• Clubes e Associações

Federação Portuguesa de Canoagem – www.fpcanoagem.pt
Kayak Clube Castores do Arade – http://www.kcca.web.pt/
Kayak Clube do Tejo – http://www.canoagem-turismonautico.com.pt/formacao.htm
Clube de Canoagem e Águas Bravas de Portugal – http://www.aguasbravas.net/
Descidas em Kayak – http://www.descidas-em-kayak.com/1106/descidas-em-kayak.html
Grupo Via Aventura – http://www.via-aventura.com/

 

• Equipamento

Lista de Clubes Federados – http://www.fpcanoagem.pt/LinkClick.aspx?fileticket=-ySBJqNe9cE%3D&tabid
Associação de Clubes de Canoagem da Região da Beira Baixa – http://www.portugalio.com/associacao-de-clubes-de-canoagem-da-regiao-da-beira-baixa/
Associação Regional de Canoagem da Madeira – http://www.canoagemmadeira.com/
Associação de Canoagem de Aveiro http://www.acacanoagem.com/
Clube de Canoagem de Amora – http://www.ccamora.com/
Douro Canoa Clube – http://dourocanoa.pt/
Clube de Canoagem de Ovar – http://www.ccovar.com/
Associação Naval de Lisboa – Secção de Remo e Canoagem – http://estilosdevida.rtp.pt/rtp/associacao-naval-de-lisboa-seccao-de-remo-e-canoagem-clubes-de-remo-e-vela-lisboa-lisboa-alcantara-353-1.html
Associação de Canoagem da Bacia do Tejo – http://www.acbtejo.org/

 

• Onde Praticar Canoagem

Clubes navais

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *